Neste ano, é preciso estar atento às movimentações do mercado financeiro para escolher os melhores fundos de investimento.

Se a tendência seguir como no ano passado, haverá muitas oportunidades para os investidores. Isso porque, em 2021, os fundos de investimento alcançaram captação líquida de R$ 369 bilhões. Segundo a Anbima o resultado é a maior média dos últimos dez anos. 

Então, mostraremos a seguir as principais categorias de fundos para investir e um ranking dos melhores fundos para 2022. Acompanhe!

Melhores fundos de investimento: principais categorias 

Fundos Multimercados 

Fundos Multimercado permitem que o investidor aplique em diferentes produtos, tanto de renda fixa quanto variável. CDBs, Letras de Crédito, Ações e até cotas de outros fundos são alguns exemplos de investimentos que podem compor a chamada “carteira do fundo”. 

Do mesmo modo, pela própria configuração dessa categoria de investimentos, os níveis de risco também são variados. 

Fundos de Ações 

Nesses fundos, os recursos de vários investidores são aplicados em conjunto no mercado acionário. Sendo assim, pelo menos 67% das aplicações devem ser em ações ou outros ativos similares. 

Fundos Cambiais 

Nos fundos cambiais, as aplicações são realizadas em ativos vinculados a moedas estrangeiras, visando principalmente à proteção do capital contra mudanças no câmbio.

Dessa forma, esses fundos evitam que a desvalorização da moeda nacional impacte seus rendimentos ou capital de forma negativa. 

Além disso, conforme as regras da CVM, o gestor do fundo deve investir no mínimo 80% do patrimônio em ativos relacionados às moedas estrangeiras. 

ETFs  

ETFs ou Exchange Traded Fund são bastante conhecidos no mercado internacional e aqui no Brasil vêm gradualmente ganhando mais adeptos. 

Esses fundos podem ser de renda fixa ou variável e devem estar atrelados a algum índice de referência, como o Ibovespa, por exemplo. 

Fundos da Dívida Externa 

De menor popularidade, os Fundos da Dívida Externa ou Fundos de Investimento no Exterior devem aplicar no mínimo 80% do patrimônio em títulos da dívida da União e são negociados no mercado internacional. Além disso, são abertos a todos os investidores. 

Para pequenos investidores, esse fundo de investimento é uma forma prática e de baixo custo de investir em títulos do governo brasileiro no exterior. 

Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs) 

Os Fundos de Investimentos Imobiliários possuem uma carteira focada em imóveis e ativos de dívida desse setor e são negociados na bolsa de valores. Além disso, são divididos nas seguintes subcategorias: 

  • Fundos de Tijolo:  investem em empreendimentos imobiliários como construção de galpões, shoppings e escolas. 
  • Fundos de Papel: esses fundos adquirem títulos ligados ao mercado imobiliário como LCIs e CRIs em vez de imóveis físicos como no de tijolo. 
  • Fundos Híbridos: misturam aplicações em papéis do segmento imobiliário e imóveis físicos. 
  • Ranking dos melhores fundos em cada categoria 

    Para apresentar a lista dos melhores fundos de investimento em cada categoria em 2022, utilizaremos o ranking InfoMoney-Ibmec

    Segundo o portal, a lista contempla os gestores que entregam aos investidores bons retornos com consistência ao longo do tempo. Confira a seguir. 

    Fundos imobiliários 

    Nos fundos imobiliários o desempenho tem sido diferente entre as subcategorias. Isso porque os fundos de tijolo foram mais impactados negativamente com o aumento da Selic no último ano.

    Por outro lado, os fundos de papel tiveram uma melhor performance, já que seus investimentos costumam estar atrelados ao CDI ou em algum índice de inflação. 

    Top 3 – Fundos imobiliários 

  • O melhor fundo de FIIs: RVBI11; 
  • O melhor fundo “de tijolo”: VINO11; 
  • O melhor fundo “de papel”: HCTR11. 
  • Multimercado 

    Também há oportunidades para essa categoria. Um exemplo disso é o Vista Multiestratégia, primeiro colocado da lista, que possui estratégias que visam à diminuição do risco de perda permanente de capital aplicado em juros, câmbio e ações, por exemplo. 

    Top 3 – Multimercado 

  • 1.º – Vista Multiestratégia;  
  • 2.º – Logos Total Return;  
  • 3.º – Solana Equity Hedge. 
  • Renda Variável 

    Apesar de todo o movimento em torno da renda fixa nos últimos meses, muitos investimentos em renda variável oferecem boas oportunidades em 2022.

    Utilizando um exemplo de estratégia do 1º colocado – o Fundo Guepardo Institucional – os gestores têm focado no mercado esportivo, adicionando recentemente ao fundo a marca Mizuno. 

    Top 3 – Renda Variável 

  • 1.º – Guepardo Institucional; 
  • 2.º – Sulamérica Selection; 
  • 3.º – Tarpon GT.  
  • Previdência – Renda Fixa Crédito Privado 

    Com a evolução da regulação de investimentos em previdência nos últimos anos, os gestores passaram a ter mais flexibilidade na formulação de estratégias de investimento. Isso motiva muitas casas a lançarem produtos voltados para esse fim. 

    Top 3 – Previdência – Renda Fixa Crédito Privado

  • 1.º – Capitânia Prev Advisory XP Seguros;  
  • 2.º – ARX Denali XP Seguros Previdência;  
  • 3.º – Icatu Vanguarda Absoluto. 
  • Previdência – Multimercado 

    Geralmente, os fundos de previdência multimercados incluem carteiras de investimentos com estratégia macro. No entanto, cada um deles possui características diferentes. Dessa forma, alguns focam em posições buscando equilíbrio entre ações, juros e moedas e outros dão ênfase em ações. 

    Top 3 – Previdência – Multimercado 

  • 1.º – Ibiuna Previdência Icatu; 
  • 2.º – ARX Target Icatu Prev;  
  • 3.º – Dahlia 70 Advisory XP Seguros Previdência.  
  • Previdência – Renda Variável 

    No ranking da categoria de previdência com foco em ações, observa-se a presença de fundos mais tradicionais. A Truxt é especialista em ações brasileiras e a Trígono está focada em investimentos do tipo small caps, ou seja, com menor valor de mercado, mas com potencial de crescimento alto. 

    Por outro lado, a Bogari, 2.ª colocada da lista, aposta em ações de empresas de grande porte e de alta capitalização.

    Top 3 – Previdência – Renda Variável 

  • 1.º – Trígono 70 Previdência;  
  • 2.º – Bogari Value Icatu Prev;  
  • 3.º – Itaú Prev Truxt Valor Ações.  
  • Renda Fixa Crédito Privado 

    Com a elevação da Selic, os fundos de renda fixa adotaram a estratégia de incluir em suas carteiras papéis de crédito privado com boas oportunidades de retorno. 

    Além disso, conforme um levantamento feito pela Quantum e divulgado pelo portal E-Investidor, os investimentos em fundos de crédito privado apresentaram um crescimento de 66% no número de cotistas entre dezembro de 2020 até o mesmo período em 2021. 

    Top 3 – Renda Fixa Crédito Privado 

  • 1.º – ARX Everest FIC;  
  • 2.º – Icatu Vanguarda Credit Plus FIC;  
  • 3.º – Angá High Yield FI.  
  • Agora que você descobriu os melhores fundos de investimento para 2022, saiba também que a Nobli permite que os investimentos, tanto em fundos quanto em outros produtos, sejam utilizados como garantia em linhas de crédito, mas sem impactar o investimento. Na Nobli oferecemos as melhores condições do mercado e taxas a partir de 1,29% ao mês.