Busque na Nobli

CDI hoje: qual é o rendimento? Saiba tudo aqui!

Quando se fala em investir em renda fixa, é muito difícil não se deparar com o valor do CDI hoje. Isso porque essa taxa serve como guia para grande parte das aplicações financeiras da categoria.

O CDI hoje está em 6,15% ao ano. Historicamente, ele fica 0,10 ponto percentual abaixo da Selic, outra taxa muito importante nesse mercado. No site do Banco Central, é possível consultar a Selic atual.

Neste post, vamos entender o que significa, como ele define os rendimentos dos investimentos mais conservadores (e até de alguns mais arrojados) e como você pode se beneficiar dele no seu planejamento financeiro. Acompanhe a partir de agora!

O que é CDI?

Não é um investimento, mas um indicador financeiro. A sigla significa Certificado de Depósito Interbancário. Na prática, é a taxa de juros gerada a partir dos empréstimos feitos entre bancos.

De acordo com as regras definidas pelo Banco Central, essas instituições não podem terminar o dia com o caixa negativo. Dessa forma, se elas não têm dinheiro suficiente para equilibrar o seu balanço, elas tomam dinheiro emprestado.

Os empréstimos feitos a partir de títulos privados, que são aqueles emitidos pelos próprios bancos, dão origem a ele. Portanto, ele reflete a média dessas operações.

Ainda que seja uma taxa gerada a partir de operações feitas em um dia, o investimento é dado em termos anuais. Por isso, ao ouvir falar que ele está em 5%, por exemplo, esse percentual representa a taxa ao ano.

Como calcular o CDI?

É possível descobrir facilmente o valor em qualquer período a partir de ferramentas gratuitas que estão disponíveis online. São elas:

1 – Calculadora de Renda Fixa da B3

A Calculadora de Renda Fixa da B3 é uma ferramenta que permite calcular o valor desde 1994.

Para usá-la, basta inserir a data inicial e a data final do cálculo, informando o percentual desejado (100% do CDI, por exemplo) e o valor em reais. O resultado da consulta já permitirá saber o rendimento bruto de uma aplicação financeira.

Além do valor do CDI, é possível calcular também o valor de títulos públicos, CRIs, CRAs e debêntures.

2 – Calculadora do Banco Central

A Calculadora do Cidadão é uma ferramenta gratuita disponível no site do Banco Central. Com ela, é possível calcular o valor, a rentabilidade da poupança e diversos outros indicadores.

Para que serve o CDI?

Uma das principais referências para as aplicações de renda fixa, desde as mais básicas até as mais sofisticadas.

Um investimento que rende 100% do CDI, por exemplo, entrega a chamada taxa cheia. Se ele estiver em 5% ao ano, essa aplicação renderá os mesmos 5% no mesmo período.

Já para outra aplicação que rende 90% do CDI, basta multiplicar o valor do CDI hoje por 0,9 para obter o rendimento bruto do investimento. Tomando os mesmos 5% ao ano para o CDI como exemplo, temos um rendimento bruto de 4,5% ao ano. Veja a seguir:

Cálculo de aplicações com rendimento baseado no CDI

CDI hoje: 5% ao ano, por exemplo

Investimento de 100% do CDI = 5%

Investimento de 90% do CDI = 4,5% (5 x 0,9)

Investimento de 102% do CDI = 5,1% (5 x 1,02)

As aplicações financeiras que mais utilizam o CDI como base para o cálculo de seu rendimento são:

  • CDB;
  • LCI/LCA;
  • CRI/CRA;
  • fundos de renda fixa simples;
  • fundos de crédito privado;
  • parte dos fundos multimercado.

No caso dos fundos de investimento, o CDI serve como parâmetro tanto para o desempenho dessas aplicações quanto para a cobrança da taxa de performance. 

Atualmente, é comum os fundos multimercados cobrarem uma combinação chamada 2 com 20: significa 2% de taxa de administração, mais 20% de taxa de performance sobre um indicador financeiro, que quase sempre é o CDI.

Na prática, quer dizer que toda vez que a rentabilidade desse fundo superar o CDI, será cobrada uma taxa adicional de 20% sobre o valor extra.

Imagine o seguinte exemplo: determinado fundo multimercado rendeu 7% em um ano, enquanto o CDI no mesmo período foi de 5%.

Nesse caso, os 20% de taxa de performance serão cobrados apenas sobre a diferença entre 5% e 7%, ou seja, sobre os 2% extras. Assim, a taxa do fundo será de 2% sobre o valor total investido, mais 20% sobre os 2% de rentabilidade adicional, totalizando 2,40%.

Qual é a diferença entre CDI e Selic?

A Selic é uma taxa formada a partir da negociação de títulos públicos (emitidos pelo governo), enquanto o CDI se baseia em operações com títulos privados (emitidos por bancos). Essa é a principal diferença entre as taxas.

Para o investidor, como já mencionamos, a diferença entre eles é de 0,10 ponto percentual. Assim, se a Selic hoje estiver em 10% ao ano, o CDI será de 9,90% no mesmo período.

Porém, na hora de entender o risco de mercado de um investimento, a Selic é o indicador mais usado, representando a chamada taxa livre de risco.

taxa livre de risco representa a rentabilidade do investimento mais seguro. Ela ajuda na hora de fazer comparações entre aplicações financeiras, permitindo saber qual investimento vale mais a pena, considerando a relação entre o risco e o retorno esperado.

Por exemplo: imagine que a Selic esteja em 10% ao ano e você esteja considerando investir em uma aplicação com retorno potencial de 11% no mesmo período.

Dependendo da sua disposição para correr o risco, você pode tentar buscar os 11%. Por outro lado, caso você tenha um perfil mais conservador, pode preferir ficar com os 10%.

Qual é a diferença entre CDI e CDB?

Como já vimos, não é possível investir de forma direta nele. No entanto, é possível aplicar dinheiro em investimentos como o CDB, cujo rendimento segue esse indicador.

Quer receber mais conteúdo?