A Via Varejo é uma das maiores empresas de comércio no Brasil. Suas ações estão listadas na B3, a nossa bolsa de valores, sob o ticker VIIA3. Será que vale a pena investir?

A partir de agora, você vai conhecer mais detalhes sobre essa empresa, seus principais números e alguns fatos recentes de seu histórico. Você também vai entender se as ações dessa empresa são um bom investimento. Acompanhe!

5 fatos sobre a Via Varejo

1 – Seu nome mudou recentemente para Via

A Via Varejo é uma das companhias que adotou uma abordagem mais minimalista em sua identidade visual. Dessa forma, o nome mudou de Via Varejo para apenas Via e o logo e as cores da marca ficaram mais suaves.

O objetivo da mudança é fazer uma virada definitiva para o varejo digital e se tornar “a melhor via de compras dos brasileiros”. 

Com a mudança, o código de negociação na bolsa (ticker) passou de VVAR3 para VIIA3. Por meio desse código, você consegue acompanhar as variações de preço da ação em sites especializados ou no próprio Google Finance.

Via Varejo
Via Varejo: vale a pena investir nas ações

Fonte: Exame

2 – A empresa é dona do Pontofrio e das Casas Bahia

Especializados em vendas de móveis e eletrodomésticos, o Pontofrio (que recentemente também passou a ser apenas Ponto) e as Casas Bahia são duas grandes marcas do portfólio da Via. Aliás, a Via Varejo nasceu a partir da fusão dessas duas empresas, em 2010.

Antes, as Casas Bahia pertenciam à família Klein e o Pontofrio era do Grupo Pão de Açúcar, fundado por Abilio Diniz.

Além das gigantes do varejo, ela também é dona da fabricante de móveis Bartira e do Extra.com.br, e-commerce da rede de supermercados.

3 – A última vez que pagou dividendos foi em 2018

Companhias em estágio mais maduro costumam pagar dividendos com regularidade. No entanto, apesar dos grandes números, a empresa passou a investir pesado em suas operações e, provavelmente por esse motivo, já não paga dividendos há algum tempo.

4 – A Via Varejo tem ADRs negociados nos EUA

Os American Depositary Receipts (ADRs) são como recibos de ações brasileiras negociados nas bolsas dos Estados Unidos.

No caso da Via Varejo, esses papéis são negociados sob o código GBXPY no mercado de balcão (OTC: do inglês, On The Counter).

5 – Você pode usar as ações da Via Varejo para conseguir um empréstimo

Sabia que as ações da Via Varejo podem ser usadas como garantia em uma operação de crédito?

No Crédito com Garantia de Investimentos (CGI), é possível usar as ações da companhia e de outras empresas para conseguir recursos extras para os seus projetos.

Essa é uma modalidade ainda pouco conhecida no Brasil, mas que pode ajudar bastante em seus planos, já que você não precisa abrir mão do seu patrimônio e nem dos seus investimentos para conseguir dinheiro.

Na Nobli, a primeira fintech independente a oferecer esse tipo de serviço no Brasil, você pode usar as ações da Via Varejo como garantia para empréstimos com a menor taxa de juros do mercado: a partir de 0,79% ao mês.

Faça uma simulação gratuita no site da Nobli agora mesmo e veja como funciona!

Conclusão: vale a pena investir na Via Varejo?

A Via Varejo é uma das maiores empresas brasileiras em seu ramo de atuação e pode ser interessante para quem mira o longo prazo, dados os planos da companhia.

No entanto, antes de fazer qualquer investimento, você precisa entender se ele é condizente com o seu perfil de risco e se está de acordo com seus objetivos, especialmente quanto ao prazo de realização.

Dessa forma, você ficará mais confortável com suas escolhas, ainda que haja turbulências no mercado financeiro. Como você viu, ela é uma companhia gigante e que pode ser interessante para o seu portfólio de investimentos, dependendo dos seus objetivos. Agora que você entende esses pontos, que tal se aprofundar em como investir de forma mais inteligente? Baixe grátis o ebook Como Montar a Carteira de Investimentos Ideal e saiba mais!