Será que vale a pena vender ações da Petrobrás (PETR3, PETR4) agora? Essa é uma dúvida recorrente de quem tem os papéis da petroleira em sua carteira. 

A resposta para essa questão depende de vários fatores, sendo que o mais importante é considerar o seu próprio planejamento financeiro.

Quem investe em renda variável já conhece na prática os efeitos das oscilações do mercado em seus investimentos. E justamente porque há momentos de alta e baixa, é necessário ter uma visão mais ampla a respeito de qual é a melhor decisão a tomar.

A partir de agora, vamos passar pelos principais pontos que você precisa considerar antes de vender ações da Petrobrás ou de qualquer outra empresa. 

Você vai entender tudo o que precisa para otimizar os seus investimentos e aumentar as suas chances de bons resultados. Confira a seguir:

Qual é o momento certo de resgatar uma ação?

Já mencionamos aqui no blog que investir em ações é algo para o longo prazo. Essas aplicações financeiras são ideais para construção de patrimônio e objetivos que exigem mais capital, como viver de renda na aposentadoria, por exemplo.

Justamente por serem partes de uma empresa, as ações de uma companhia representam, em teoria, um negócio com alto potencial de crescimento e geração de receita no futuro. Logo, os frutos (dividendos ou rendimentos) devem ser colhidos de acordo com essa expectativa.

Perceba, então, que o momento certo para o resgate de uma aplicação financeira é:

1 – Quando você realiza um objetivo

Ao estabelecer metas específicas, você também facilita o seu planejamento no momento do resgate. 

Afinal, se você sabe exatamente quando deseja realizar um objetivo, entende que não faz sentido sacar seus investimentos antes do prazo e nem usar o dinheiro para outras finalidades. 

Porém, também é possível que você encontre uma oportunidade para realizar o seu objetivo antes do prazo que você estabeleceu. Nesse sentido, sua reserva de emergência pode ajudar bastante.

2 – Quando a sua carteira está desbalanceada

As oscilações do mercado podem desbalancear o seu portfólio com o passar do tempo. A própria valorização de uma ação, por exemplo, pode tornar necessário equilibrar a sua carteira com mais aplicações de renda fixa para proteção. 

Nesse sentido, o resgate pode ser necessário, mas deve ser a última opção, pois sempre está sujeito à incidência de taxas e impostos.

3 – Quando uma estratégia de investimentos não faz mais sentido

Considerando que um objetivo de construção de patrimônio ou de aposentadoria leva anos para ser alcançado, a sua tese de investimento pode mudar ao longo do caminho.

Na prática, isso significa que, se hoje você acredita na valorização de uma ação a longo prazo, essa visão pode mudar dependendo da forma como a companhia conduz os negócios ou de acontecimentos externos que possam afetar o seu desempenho.

Portanto, caso as condições mudem, faz todo sentido recalibrar a sua estratégia. Dessa forma, você pode vender a totalidade ou uma parte de suas ações para equilibrar o seu portfólio.

É claro, o resgate incorre em custos com corretagem, taxas e impostos. Além disso, você pode tomar essa decisão em um momento em que as ações não estão com bom desempenho e, assim, perder a valorização ou até ter prejuízo.

No caso das ações da Petrobrás, sabemos que ela é uma das maiores companhias petrolíferas do mundo e que tem muita expertise em um mercado com poucos competidores, algo que torna suas ações bastante atrativas.

Por outro lado, sabemos também que o petróleo é uma fonte de energia não renovável e que, no futuro, a tendência é que outras alternativas abasteçam esse mercado. Logo, até onde faz sentido manter essas ações em sua carteira, pensando no longo prazo?

Passo a passo para vender as ações da Petrobrás

Agora que você já sabe os fatores que precisa considerar antes de decidir resgatar os seus papéis, vamos ver os aspectos práticos.

1 – Dê a ordem de venda das ações no home broker da sua corretora

Para resgatar o dinheiro das suas ações da Petrobrás, basta dar a ordem de venda no home broker da sua corretora, determinando a quantidade de papéis e o preço de venda desses ativos.

A partir daí, a sua ordem pode ou não ser executada, seguindo a lógica da oferta e demanda do mercado por esses papéis.

2 – Aguarde dois dias úteis para o dinheiro ficar disponível na conta da corretora

Uma vez que a sua operação de venda é executada, vale prestar atenção ao seguinte ponto: o prazo de liquidação da venda de ações é em D+2, sendo “D” o dia da venda e “2” a quantidade de dias úteis para o dinheiro ficar disponível na conta da corretora. 

Depois disso, ainda será necessário transferir o valor para sua conta-corrente para poder usufruir desses recursos. 

Cada corretora tem a sua política de transferências, mas geralmente os pedidos de resgate e transferência de recursos devem ser feitos dentro de determinada faixa do horário comercial para serem executados no mesmo dia.

Por isso, tenha sempre em mente que o dinheiro do resgate de ações não fica disponível imediatamente, mas leva algum tempo até poder ser utilizado para outro fim.

Após a liquidação do seu resgate, você poderá transferir o dinheiro para sua conta e usá-lo livremente.

3 – Recolha o Imposto de Renda (IR) referente ao lucro da operação das ações da Petrobrás

Recolher o Imposto de Renda (IR) sobre a venda de ações é uma responsabilidade de cada investidor. Isso é feito por meio do pagamento de uma guia chamada Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF).

Trata-se de um boleto gerado no site da Receita Federal. No caso do IR sobre a venda de ações, o código que você deve usar é o 6015, referente ao lucro com operações de renda variável no Brasil. 

O valor que você deve pagar incide sobre o lucro da venda de ações: a diferença entre o preço médio de compra e o preço médio de venda dessas aplicações.

Algumas corretoras deixam esse valor explícito no próprio home broker. Porém, em alguns casos, você precisa calcular o preço médio. Para isso, mantenha um registro de seu histórico de operações ou das notas de corretagem.

Descobrindo esses valores, você deve recolher:

  • 15% de IR sobre o lucro em caso de operações normais (swing trade);
  • 20% de IR sobre o lucro em caso de operações day trade.

O pagamento deve ser feito até o último dia útil do mês seguinte ao da operação. Caso contrário, o valor está sujeito ao pagamento de multa e juros.

4 – Caso você tenha prejuízo com a venda das ações da Petrobrás, guarde-o para compensar em operações futuras

No mercado de renda variável, é possível usar o prejuízo de uma operação para abater o lucro de outra e, assim, pagar menos imposto.

Para isso, novamente é necessário manter um registro do seu histórico de compra e venda, fazendo balanços mensais para apurar lucros e prejuízos.

Atualmente, conforme as regras da Receita Federal, é possível compensar o prejuízo de operações swing trade somente com outras da mesma categoria. O mesmo vale para o day trade

Crédito com Garantia de Investimentos (CGI): uma forma de ter dinheiro sem resgatar suas ações

No Crédito com Garantia de Investimentos (CGI), é possível usar as ações que você tem em carteira para conseguir recursos para os seus projetos.

Essa é uma modalidade ainda pouco conhecida no Brasil, mas que pode ajudar bastante em seus planos, já que você não precisa abrir mão do seu patrimônio e nem dos seus investimentos para conseguir dinheiro.

Na Nobli, a primeira fintech independente a oferecer esse tipo de serviço no Brasil, você pode usar as ações da Via Varejo como garantia para empréstimos com a menor taxa de juros do mercado: a partir de 0,79% ao mês.

Faça uma simulação gratuita no site da Nobli e descubra quais ações você pode usar como garantia para obter um empréstimo.

Como você viu, a hora certa de vender ações da Petrobrás depende mais dos seus próprios planos do que das condições do mercado. Agora, que tal se aprofundar em como investir de forma mais inteligente? Baixe grátis o ebook Como Montar a Carteira de Investimentos Ideal e saiba mais!