Já mencionamos aqui no blog que o crédito é uma importante ferramenta de planejamento financeiro. Agora, vamos entender mais detalhes sobre quais são os tipos de crédito pessoal disponíveis para você e como usá-los de acordo com a sua necessidade. 

Você vai descobrir que, apesar da má fama, um empréstimo pode ser o combustível que estava faltando para alcançar suas metas. Acompanhe a leitura! 

Quais são os tipos de crédito pessoal que existem no Brasil? 

O crédito pessoal, como diz o próprio nome, é todo recurso tomado por pessoas físicas para pagamento no futuro. As modalidades disponíveis são: 

1 – Crédito sem garantia 

É qualquer valor liberado para uma pessoa sem que um bem ou um ativo financeiro tenha que ser dado em garantia.  

Como ele é 100% baseado na confiança de que a pessoa irá devolver o dinheiro no futuro, geralmente apresenta as taxas mais altas.  

Nesse caso, ter um bom score de crédito é fundamental para conseguir melhores condições nos prazos e encargos em caso de incidência de juros. 

Alguns exemplos de crédito sem garantia são: 

  • cartão de crédito; 
  • cheque especial; 
  • empréstimos pré-aprovados; 
  • empréstimos sem consulta ao Serasa ou SPC. 

O ideal é recorrer a essas modalidades somente em caso de emergência. No caso específico do cartão de crédito, basta pagar sempre em dia o valor total da fatura e você não terá dor de cabeça com as altas taxas de juros. 

2 – Crédito com garantia 

É concedido com base no valor de um bem ou de um ativo financeiro, que é dado como garantia. Em caso de ausência de pagamento, esse bem ou ativo pode ser vendido para quitar o empréstimo. Como se trata de uma modalidade menos arriscada para quem empresta o dinheiro, ela oferece taxas mais baixas. Alguns exemplos são: 

  • Crédito com garantia de imóvel: também chamado de home equity, tem uma das taxas mais baixas entre as modalidades de crédito; 
  • Crédito com garantia de veículo: conhecido também como auto equity, oferece mais vantagens em relação ao crédito sem garantia; 
  • Crédito com garantia de investimentos: é um dos tipos de crédito pessoal relativamente mais novos no Brasil, disponível nas plataformas de alguns bancos. 

Como se tratam de modalidades mais baratas, vale sempre considerar essas alternativas antes de tomar um empréstimo. 

3 – Empréstimo consignado 

É uma operação cujo pagamento acontece de forma automática, a partir do desconto na folha de pagamento do tomador. Também oferece taxas mais baixas por conta do risco menor. Alguns exemplos são: 

  • Consignado – setor privado: é uma possibilidade para os trabalhadores com carteira assinada, pois o desconto é feito diretamente no holerite da pessoa; 
  • Consignado – setor público: é uma opção para funcionários públicos e o desconto também já vem no holerite do trabalhador; 
  • Consignado INSS: é uma alternativa para pessoas aposentadas ou pensionistas do INSS, também com desconto automático na hora do pagamento. 

Outra alternativa barata de empréstimo para quem atende às condições, mas ainda assim é menos vantajosa do que o crédito com garantia. 

4 – Crédito Direto ao Consumidor (CDC) 

É um tipo de crédito pré-aprovado, contratado diretamente pelos canais digitais dos bancos. Geralmente, não possui muitas exigências: basta que a pessoa seja maior de idade e não esteja inadimplente. 

5 – Financiamentos imobiliário e de veículos 

São operações burocráticas e de prazo mais longo. As taxas geralmente são fixas, mas já existem algumas modalidades baseadas em correção pela inflação. 

O valor da parcela é calculado de acordo com um sistema de amortização, que pode ser a tabela SAC ou Price: simplificando, é possível escolher entre parcelas descrentes ou fixas. 

O ideal é sempre dar o maior valor possível de entrada e parcelar o valor restante no menor prazo possível, de acordo com o seu orçamento. Lembre-se: quanto menor o valor da parcela, maior a taxa de juros. 

Como escolher a melhor modalidade de crédito? 

Como você viu, existem muitas possibilidades para quem precisa de dinheiro rápido. Mas antes de tomar qualquer decisão, sempre vale a pena pesquisar as taxas e condições oferecidas para você em diferentes modalidades. 

Nesse sentido, além dos bancos, também vale a pena pesquisar as opções que as fintechs de crédito oferecem. Como se tratam de empresas especializadas nesse tipo de operação, elas podem oferecer soluções mais competitivas. Quer saber mais sobre o assunto? Clique aqui e veja o post que preparamos.