financiamento de veículos no Brasil movimenta, em média, cerca de R$ 10 bilhões por mês em concessões, conforme os dados mais recentes do Banco Central.  

Mas será que, considerando as opções que existem à sua disposição, vale a pena engrossar essa cifra? 

A partir de agora, você vai entender mais detalhes sobre essa modalidade de empréstimo. Além disso, também vai ver outras possibilidades a considerar antes de fechar algum negócio.  

Pensando em fazer a melhor escolha para o seu planejamento financeiro, considere as seguintes perguntas antes de tomar a sua decisão. 

Qual é o prazo e o custo total do financiamento de Veículos no Brasil? 

No caso específico dos automóveis, os bancos adotam convencionalmente um prazo máximo de 60 meses (5 anos) de financiamento. Dependendo da operação, o período pode ser alongado.

É claro, o ideal é tentar se planejar para financiar no menor tempo possível e, assim, evitar os seguintes impactos no seu patrimônio: 

  1. O custo do empréstimo em si: quanto maior o prazo de um empréstimo, maiores serão as despesas com juros;

  2. A depreciação do veículo: como o valor de um automóvel tende a diminuir com o passar do tempo, ao final de um financiamento mais longo você pode desembolsar uma quantia maior do que o preço atualizado do automóvel. Assim, caso queira revender, receberá um valor menor. 

Trata-se de um empréstimo para investir no seu negócio? 

Para muitas pessoas, o carro é uma ferramenta de trabalho. Nesse sentido, vale a pena pesquisar condições diferenciadas de crédito para empreendedores ou trabalhadores de cooperativas. 

Dependendo da negociação, as condições podem ser mais vantajosas do que fazer um financiamento a taxas regulares. 

Você já pesquisou outras modalidades de crédito? 

Nem sempre o financiamento de veículos é a resposta. Você já pensou, por exemplo, em usar outros tipos de empréstimo para comprar o seu veículo? Aqui estão algumas alternativas: 

Crédito consignado 

É uma modalidade interessante para trabalhadores do setor público ou privado, ou ainda para beneficiários do INSS. As taxas ficam entre 1,2% e 2,2% ao mês e a parcela já vem descontada automaticamente na folha de pagamento. 

Crédito com garantia de imóvel 

Também chamado de home equity, tem uma das taxas mais baixas entre as modalidades de crédito, de cerca de 1% ao mês. Porém, em caso de ausência de pagamento, o imóvel pode ser vendido para quitar o empréstimo. 

Crédito com garantia de investimentos 

Relativa novidade no Brasil, esse é um tipo de crédito que permite usar títulos de renda fixa, ações e debêntures como garantia do empréstimo. 

Dessa maneira, você não precisa resgatar os seus investimentos para realizar objetivos. Da mesma maneira, não perde em termos de rentabilidade da sua carteira ao longo do tempo. 

Outra importante vantagem é a taxa mais baixa. Na Nobli, por exemplo, ela é de 0,79% ao mês, a mais baixa entre todas as principais categorias de crédito. Faça uma simulação gratuita e veja como funciona. 

Já pensou em recorrer aos serviços de uma fintech? 

As fintechs de crédito também são uma alternativa interessante para quem busca financiamentos de veículos no Brasil. As maiores vantagens são a burocracia reduzida e as tarifas mais baixas. Conheça aqui algumas das principais empresas dessa categoria no Brasil. 

E agora que você já tem mais insumos para decidir quando vale a pena fazer um financiamento de veículo, que tal se aprofundar no uso do crédito para melhorar o seu planejamento financeiro. É isso mesmo. Nem sempre ter dívida é ruim. Clique aqui e saiba como fazer um empréstimo de forma mais saudável.