As ações do Bradesco (BBDC3, BBDC4) estão entre as que têm mais destaque no noticiário financeiro. Não por acaso, o banco privado é um dos maiores do país.

Mas qual será a vantagem de investir nos papéis da instituição? Será que o valor está barato ou caro demais? Faz sentido incluir esse investimento no seu planejamento financeiro?

A partir de agora, você vai entender mais sobre os negócios do Bradesco e vai saber o que precisa ser levado em conta antes de aplicar o seu dinheiro nos papéis. Vamos começar?

 

O que você precisa saber sobre o Bradesco

O banco Bradesco foi fundado em 1943, em São Paulo, pelo banqueiro Amador Aguiar. O nome Bradesco vem de Banco Brasileiro de Descontos S.A. 

Com operação física em quase todo o território brasileiro, a instituição é uma das maiores da América Latina. Foi, inclusive, uma das primeiras a incentivar e desenvolver tecnologias para o uso do cheque.

Hoje, tem resultados na casa dos bilhões de reais e é uma das marcas brasileiras mais valiosas. Na bolsa de valores desde 1977, suas ações têm peso significativo no Índice Bovespa

Os códigos de negociação (tickers) do Bradesco são BBDC3 (ações ordinárias) e BBDC4 (ações preferenciais).

A instituição também está listada na Bolsa de Nova York (NYSE), sob o código BBD, e na Bolsa de Madrid (LATIBEX), negociada por meio do ticker XBBDC.

 

Bradesco: principais números
Código de negociação na B3 (ticker) BBDC3, BBDC4
Lucro líquido em 2020 R$ 16,5 bilhões
Clientes 99,26 milhões
Agências no Brasil 3.168

Fonte: Bradesco – Relações com Investidores

 

5 fatos sobre o Bradesco

1 – As ações do Bradesco estão entre as mais negociadas da bolsa brasileira

Além de ser uma das companhias mais antigas a ter ações na bolsa de valores no Brasil, o Bradesco também tem seus papéis entre os mais negociados. Atualmente, eles movimentam cerca de R$ 500 milhões por dia.

Por essas características, os papéis do Bradesco têm uma participação relevante no Índice Bovespa (Ibovespa): quase 6%. Essa proporção é capaz de influenciar parcialmente a queda ou a alta do índice.

2 – É uma empresa pagadora de dividendos e JCP

As ações do Bradesco dão direito ao recebimento de dividendos a cada trimestre e de Juro Sobre Capital Próprio (JCP ou JSCP) uma vez por mês. Dessa maneira, a companhia está entre as melhores pagadoras de dividendos da bolsa brasileira.

3 – É dono do Next, do Digio e do Bitz

Na disputa com as fintechs, o Bradesco fundou o Next, um banco digital que concorre diretamente com Nubank, Neon, Inter e outros bancos digitais, e o Bitz, uma carteira digital focada em desbancarizados. 

O Digio, outra alternativa de banco digital, nasceu a partir de uma parceria com o Banco do Brasil. Atualmente, o Bradesco é dono de 100% das operações.

Essas iniciativas mostram um investimento em transformação digital, tornando as operações do banco cada vez mais focadas em serviços online. 

Ao mesmo tempo, assim como outros grandes bancos, o Bradesco vem reduzindo o custo de sua operação física e fechando agências nos últimos anos, o que acaba se refletindo em demissões no setor bancário.

4 – O mercado de crédito afeta bastante o desempenho dos papéis

Uma das maiores fontes de receita do Bradesco é o crédito. Dessa forma, a taxa de inadimplência no Brasil costuma ditar os rumos do papel na bolsa de valores. 

Nesse sentido, a Provisão para Devedores Duvidosos (PDD) é um indicador crucial para acompanhar o desempenho dos negócios do banco e, por consequência, o preço das ações.

Quando o PDD vem mais alto no balanço do banco, isso significa que a companhia está guardando mais recursos, esperando um aumento no número de calotes. 

É por isso que, mesmo diante de um lucro bilionário, as ações do Bradesco podem cair diante de um PDD mais alto. 

5 – As ações do Bradesco podem ser usadas para obter um empréstimo

No Crédito com Garantia de Investimentos (CGI), é possível utilizar as ações do banco e de outras empresas para conseguir recursos extras para os seus projetos.

Essa é uma modalidade ainda pouco conhecida no Brasil, mas que pode ajudar bastante em seus planos, já que você não precisa abrir mão do seu patrimônio e nem dos seus investimentos para conseguir dinheiro.

Na Nobli, a primeira fintech independente a oferecer esse tipo de serviço no Brasil, você pode usar as ações da Vale como garantia para empréstimos com a menor taxa de juros do mercado.

Faça uma simulação gratuita no site da Nobli agora mesmo e veja como funciona!

Conclusão: vale a pena investir nas ações do Bradesco?

As ações do Bradesco são interessantes para quem busca formar uma carteira com empresas sólidas e boas pagadoras de dividendos. Além disso, o banco tem investido pesado em transformação digital para fazer frente à concorrência. 

No entanto, antes de fazer qualquer investimento, você precisa entender se ele é condizente com o seu perfil de risco e se está de acordo com seus objetivos, especialmente quanto ao prazo de realização.

Dessa forma, você ficará mais confortável com suas escolhas, ainda que haja turbulências no mercado financeiro.Investir nas ações do Bradesco pode ser interessante para construir ou rentabilizar o seu patrimônio.