Os BDRs são tipos de investimentos de renda variável que se tornaram disponíveis mais recentemente para o grande público. Eles permitem que as pessoas invistam em ações e ETFs de empresas estrangeiras sem ter de abrir conta em uma corretora fora do Brasil.

Essas aplicações são uma maneira interessante de diversificar a sua carteira e ter acesso aos papéis de empresas gigantes como Apple, Coca-Cola, Facebook, Google, Mastercard, McDonald ‘s, Microsoft, Netflix, Uber e assim por diante.

Mas é claro, um bom investimento em BDRs demanda uma análise criteriosa. A seguir, vamos ver alguns pontos importantes a considerar antes de investir nessa aplicação. Confira!

1 – Comprar BDRs não significa comprar ações de uma empresa estrangeira

O nome BDR significa Brazilian Depositary Receipts, do inglês, recibos depositários brasileiros.

Na prática, quer dizer que uma instituição emitiu recibos no mercado local que equivalem às ações de empresas negociadas em outro mercado ou cotas de ETFs estrangeiros. Ou seja, não se trata do papel em si, mas de um espelho dele.

Outro ponto importante é sobre quem gera esses recibos. Pode ser a própria empresa emissora das ações originais ou pode ser outra companhia, chamada de instituição depositária. Nesse último caso, a depositária compra as ações no exterior e emite a quantidade equivalente de recibos no mercado local.

Aliás, essa é a diferença entre os chamados BDRs patrocinados e não patrocinados:

  • BDRs patrocinados: recibos emitidos pelas próprias empresas no mercado local. Não dependem de registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e toda a comunicação com os investidores é responsabilidade da própria empresa;
  • BDRs não patrocinados: recibos emitidos por instituições depositárias. Demandam registro obrigatório na CVM e obedecem todas as regras de comunicação com investidores estabelecidas pelo órgão. As depositárias são responsáveis por esse processo.
  • 2 – Nem todo mundo podia investir em BDR até pouco tempo atrás

    Por conta dos riscos associados a esse tipo de investimento, os BDRs eram restritos aos chamados investidores qualificados ou profissionais: pessoas que têm mais de R$ 1 milhão em aplicações financeiras ou que possuem experiência profissional no mercado financeiro.

    Só a partir do fim de 2020 é que essas aplicações foram liberadas para investidores em geral. No site da B3, a bolsa de valores brasileira, é possível encontrar a relação completa dos BDRs negociados no Brasil. Existem cerca de 700 papéis disponíveis.

    3 – O dólar influencia o preço dos BDRs

    Assim como nos fundos cambiais e nos ETFs de índices de ações americanas, a cotação do dólar também influencia a cotação dos BDRs.

     Em tempos em que o dólar está em alta em relação ao real, por exemplo, essa diferença rende um ganho extra para quem investe em BDRs, além da variação do ativo em si.

    Assim, os BDRs acabam sendo também uma forma de proteger o seu patrimônio contra a desvalorização do real.

    4 – BDRs podem ou não pagar dividendos

    Uma vez que um BDR é o espelho de seu papel estrangeiro, ele pode ou não pagar dividendos. Tudo depende da política da empresa original.

    No caso daqueles que pagam, pode haver incidência de imposto sobre dividendos, como é o caso dos papéis de empresas dos Estados Unidos.

    Nesse caso, o governo dos EUA determina um imposto de 30%, que é recolhido na fonte. Ou seja, o desconto é automático para o investidor. Além disso, as instituições que intermediam a negociação no Brasil cobram uma taxa de até 5% sobre o valor recebido.

    Por isso, preste atenção! Na hora de declarar o Imposto de Renda aqui no Brasil, você pode abater esses valores. Basta informar o que consta no Informe de Rendimentos fornecido pela sua corretora.

    5 – Podem ser usados como garantia de um empréstimo

    Sabia que você pode usar suas aplicações em BDR para conseguir crédito? Essa possibilidade ainda é relativamente recente no Brasil, mas promete mudar a forma como as pessoas enxergam esse mercado.

    E o melhor: as taxas de juros são as mais baixas do mercado, com contratação online e liberação rápida dos recursos. A Nobli, por exemplo, é uma empresa especializada nesse tipo de operação e pode oferecer as melhores condições para você. 

    Quer saber mais? Faça uma simulação grátis e descubra como fazer o seu dinheiro trabalhar ainda mais para você!

    Os BDRs são opções interessantes e práticas para diversificar a sua carteira com investimentos fora do Brasil. Quer conhecer outras opções de investimento? Em nosso e-book Investimentos: aprenda a montar uma carteira vencedora, explicamos tudo o que você precisa saber. Baixe agora!